sábado, 21 de fevereiro de 2015

Amor intergaláctico

O diálogo mais exato é feito de silêncio. Quantos sabem falar sem som?
Eles sabiam.
Os olhares quase não se encontravam. Mas se se esbarrassem por descuido e desejo, prendiam-se por segundos intermináveis.
Diziam sobre pensamentos e sonhos. Uma compreensão muda e insolitamente completa.
Ele não precisava explicar. Ela sabia.
Ela não ousava externar. Ele sentia.
Sintonia telepática.
Uma leve neblina do início da noite era o palco para as reflexões.
- Não, não fala nada não. Deixa o minuto eternizar-se assim, no escuro das vozes.
Deixa o destino agir, o futuro acontecer, os planetas se alinharem.
Ela viu. Ele notou.
Há beleza no caos.


Share This
© Califasia - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Ana Beatriz Miranda.
imagem-logo